AKMX

BLOG

Nova sede do Masp: túnel subterrâneo para o edifício de Lina Bo Bardi

Como será a nova sede do Masp, no prédio vizinho, com túnel subterrâneo para o edifício de Lina Bo Bardi



Não é especulação sobre o além-morte, mas a arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi (1914-1992) e o empresário e colecionador Pietro Maria Bardi (1900-1999) devem se reencontrar na Avenida Paulista. Isso porque o casal vai dar nome aos edifícios do Masp. Assim no plural mesmo, pois a instituição vai expandir seu espaço com a reforma do prédio vizinho, no número 1510 da mesma via.


Antes chamado Dumont-Adams, agora ele atenderá por Pietro Maria Bardi, que foi por 45 anos consecutivos diretor da instituição, criada pelo magnata da imprensa Assis Chateaubriand, em 1947. A previsão para inauguração do “novo” museu é janeiro de 2024. Por sua vez, a “antiga” sede, inaugurada em 1968 com a presença da rainha Elizabeth II, de colunas vermelhas a partir de 1989, homenageia quem a projetou, ou seja: Lina Bo Bardi.



O anexo terá 7 800 metros quadrados e catorze pisos. Os seis primeiros, mais o pavimento de número nove, se destinam a exposições temporárias. O pé-direito será duplo, com mais de 5 metros de altura, e a planta, livre, o que significa ausência de colunas.


O projeto do novo edifício tem dupla assinatura, de Júlio Neves, antigo diretor do museu, e da Metro Arquitetos, responsável pela adequação dos cavaletes de cristal, criados por Lina e hoje vistos na exposição Acervo em Transformação. “Uma membrana de alumínio perfurado envolverá toda a fachada e fará com que o prédio não esquente tanto”, detalha Martin Corullon, da Metro.


Depois de concluída a reforma, a entrada no museu se dará tanto pela Avenida Paulista quanto pela Alameda Casa Branca. A inauguração do novo complexo está prevista para 2024.


Por Tatiane de Assis Atualizado em 20 ago 2021, 00h48 - Publicado em 19 ago 2021, 23h16

Confira matéria completa em: https://vejasp.abril.com.br/cultura-lazer/capa-masp-reforma-predio-avenida-paulista/